Cap. 14

O show foi magnífico, Michael tinha mostrado a todos o porquê do título de mega estar e rei do pop.

 

— O que achou meu amor? Ele falou me abraçando dentro do camarim e sorrindo feliz.

 

— Sem palavras. Foi lindo. Michael. Eu disse retribuindo os beijos e os abraços que ele me dava e escutando o bater insistente na porta.

 

— Ai quem será? Eu já me despedi de todos, lá em cima. Ele falou parecendo não acreditar naquilo.

 

— Michael meu amor. Você é o astro. Vai receber aquilo que sempre mereceu. As honras e glórias das pessoas que lhe amam. Eu estarei bem aqui quando voltar. Eu falei dando um beijo nele e escutando o bater insistente.

 

— Eu prometo não demorar muito. Me espere aqui quero comemorar hoje com você. Não com eles. Ele me falou me apertando todo suado e me beijando com ardor. Eu sabia o que ele queria. E se dizer que não estava louca para fazer amor com ele novamente. Era mentira.

 

— Eu estarei aqui meu rei do pop. Só vou falar com a Alex que deve estar entretida com algumas celebridades. Eu falei o vendo trocar a jaqueta que usava por uma toda brilhante e vendo ele fazer uma careta por causa do bater na porta.

 

— Eu a amo. Ele falou já indo em direção a porta e abrindo e vendo um monte e gente e fleches das câmeras nele e fechou a porta rápido para ninguém me fotografar.

 

Eu sabia que ele preservava a sua privacidade feito um fera, e tinha razão de fazer aquilo já tinha ouvido e lido tanta barbaridade a seu respeito que muitas vezes fiquei imaginando de onde a mídia tirava tanta imaginação para afetar e difama-lo.

 

Eu esperei um pouco e sai dali ao encontro da Alex e com o segurança que Michael avia incumbido de me vigiar. Eu amava aquele zelo todo que ele tinha comigo mas sendo seguida de perto por alguém não me agradava.

Eu fui entre os corredores me desviando das pessoas avia muita gente ali, o segurança me seguia de longe pois ele também estava com problemas para me seguir de perto.

 

Eu andava olhando para os lados tentando achar a Alex. Mas estava quase impossível ver algo ali. Eram pessoas do Madison, repórteres, amigos, celebridades, fotógrafos, pessoas ilustres e umas infinidades de gente que nem imaginei que poderiam estar ali.

 

Michael arrebatava multidões e fiquei orgulhosa de ser alguém especial na vida dele.

 

Depois de algum tempo escutei a voz de Michael no palco agradecendo e dando um discurso que tenho certeza que ele estava odiando.

Ele detestava falar em publico e imagine na frente de uma multidão. Eu sabia que a Alex poderia estar por lá então tentei ligar no seu celular, mas ele só chamava e nada dela atender.

 

Então resolvi ir até lá e dei a volta por detrás do palco. Eu sabia que Michael passaria por ali para voltar ao camarim e me encontrar. Olhei para trás e não vi o segurança que estava logo atrás e deduzi que ele já me alcançaria e fui em frente.

 

Eu passei por debaixo de alguns refletores e olhei com expectativa, eles eram grandes e pareciam estar bem presos, mas a visão dos cabos fora do lugar me deu um arrepio no corpo todo.

Eu estava quase na beirada do palco quando escutei movimentos vindos em minha direção e notei que era Michael e seu pessoal que o acompanhava.

Dei mais alguns passos e quando passei por uma abertura entre as divisórias tive a sensação que alguém me vigiava eu pensei que era o segurança que ficava comigo e cheguei mais perto e chamei seu nome, pois eu tinha dito que se mantesse  longe mas aquilo era ridículo.

 

— Jonas! Não precisa se esconder. Assim também é demais. Eu disse chegando mais perto da entrada da divisória e quase entrando, mas notei que estava muito escuro ali e dei um passo para trás quando percebi algo errado.

 

— Jonas é você? Eu falei ainda com aquela sensação e enxerguei um vulto vir depressa em minha direção sem falar nada e senti meu coração disparar e escutando uma voz atrás de mim.

 

— Senhorita estou aqui. A voz me fez virar rapidamente para ele e percebi que era Jonas meu segurança.

 

— Onde esteve? Eu falei para ele e me voltando rápido para a sombra e não vendo mais ela.

 

— Desculpe senhorita. Eu me perdi ali atrás. Ele falou se arrumando todo.

 

— Me parece que tinha alguém ali me observando. Eu falei apontando para a entrada da divisória.

 

— Vou dar uma olhada senhorita. Ele falou passando por mim e entrando na divisória com um lanterna que ele pegou do lado da parede.

 

Eu fiquei ali ainda sentindo o meu coração pulsar disparado dentro do peito, demorou alguns segundos e o segurança saiu balançando a cabeça em negativa.

 

— Não há nada ali senhorita,alem de coisa espalhadas pelo chão. Se tinha alguém já se foi. Ele falou vendo Michael chegar mais perto de nós.

 

Eu disfarcei e olhei aflita para o meu segurança que fez o mesmo quando Michael perguntou o que eu fazia ali e que não estava no camarim a sua espera.

Na verdade não havia ter que mentido eu realmente estava indo procurar a Alex quando algo me chamou a minha atenção.

 

Michael me pegou pela cintura diante de todos da sua equipe me beijou no rosto e seguiu comigo para seu camarim, encontramos a Alex perdida pelos corredores com o celular nas mãos tentando me achar.

 

A pegamos e fomos para o camarim para ele se trocar e saímos para um jantar só para nós dois depois de deixarmos a Alex em casa.

Advertisements