13.CAP.

 

O dia do grande show chegou. Todos estavam numa correria só. Michael avia me ligado já cedo e estava tranquilo com o show para mais tarde.

Ele queria que eu estive-se no camarim antes dele subir ao palco e eu avia concordado nisto, afinal quem não adoraria estar com o grande astro antes dele dar inicio ao seu grande espetáculo e alias estava morrendo de saudades dele.

Eu entrei com a Alex no Madison e fui levar ela no lugar aonde eu e ela ficaríamos para ver o show. E fui ligeiro até seu camarim que estava com seu guarda costas em frente a porta e já foi abrindo quando me viu chegar perto no meio de um mar de gente que andava de um lado para outro.

 

— Olá Michael. Como está? Eu falei vendo ele se virar rapidamente para mim todo vestido com sua roupa branca e com seus detalhes em dourados.

 

— Até que enfim chegou estava morrendo de preocupação. Ele falou vindo em minha direção e me abraçando apertado.

 

— Calma meu amor. Vai dar tudo certo. Não precisa ficar nervoso. Eu disse o beijando nos lábios e vendo que ele apertava firme em seus braços e intensificando o beijo.

 

— Não estou nervoso por causa do show. Estava preocupado com você. Não a quero por ai no meio deste bando de gente andando sozinha. Ele falou ainda me beijando e parecia que ele me desejava ali mesmo.

 

— O que está fazendo Michael? Eu disse o vendo colocar a mão por debaixo da minha blusa e subindo a sua mão em direção os meu seio e vendo ele me conduzir de encontro a uma espécie de bancada perto do espelho que continha sua maquiagem.

 

— Eu a quero agora. Ele falou com sua respiração ofegante e dando beijos que já me faziam incendiar por dentro.

 

— Mas agora? Você está quase entrando no palco Michael! Eu disse sentindo ele limpar ligeiro o balcão com o braço e me colocando sentada sem parar de me beijar.

 

— Sei que estamos com o tempo escasso. Mas preciso te sentir. Ele falou beijando o meu pescoço com ardor e indo em direção aos meus seios já descobertos pelas suas mãos

 

— Mas Michael! Se alguém nos pega aqui? Eu disse não ligando muito em meus próprios protestos.

 

— Ninguém vai entrar. Ele falou sugando lambendo e mordiscando os meus seios e com sua mão subindo a minha saia erguendo e indo em direção as minhas cochas e me tocando com vontade me fazendo gemer de prazer diante dos seus gestos.

 

Eu já não ligava para mais nada agora, só sentia o que ele me fazia, seus beijos eram ardentes, seus toques mais profundo e sua urgência em me amar era grande, eu abri aquela roupa que ele usava para o show retirei sua camisa por de dentro das calças com as minhas mãos abri seu zíper e ajudei sua calça e sua peça intima cair rapidamente ao chão e aos seus pés.

Ele me puxou contra ele rapidamente pela cintura afastando a minha calçinha do lado me beijando com vontade e me penetrando diante um gemido que poderia ser alto se não fosse a musica vindo lá do palco.

 

Ele fazia os movimentos cada vez mais rápidos e me apertando cada vez mais contra ele me fazendo gemer de prazer e se arquear pra trás e me segurando nas beirada do móvel para poder manter o equilíbrio.

Michael estava suado e estava borrando a sua maquiagem, pude ver isto quando ele me olhou aflito parecendo que iria explodir naquele momento.

 

Eu cruzei as minhas pernas em seu quadril o puxei mais perto de mim e contra seu membro que fazia movimentos frenéticos dentro de mim.

O beijei com vontade e acabei explodindo junto com ele em alguns espasmos e gemidos de nós dois diante daquela cena que estávamos fazendo.

 

Eu notei ele me apertar e sussurrar em meu ouvido enquanto tentava se manteve em pé e colocar sua respiração no lugar.

 

—Eu a amo garota. Ele falou me olhando agora em meus olhos e me fazendo sentir um grande amor por ele.

 

— Não imagina o quanto eu o amo senhor Jackson. Eu disse com ele ali ainda dentro de mim e escutando baterem na porta do camarim.

 

— Cinco minutos para entrar senhor Jackson. A voz que vinha lá de fora e detrás da porta falou alto.

 

— Já estou indo. Ele falou ainda comigo em seus braços.

 

— Eu não disse! Já está atrasado. Eu falei o afastando de mim e me ajeitando e vendo ele ajeitar a roupa novamente.

 

— Tenho tempo. Ele falou se arrumando rapidamente e pegando alguma maquiagem que estava esparramada no chão.

 

— Você não tem jeito. Eu falei o ajudando vestir com pressa e arrumando seu cabelo espalhado.

 

— Michael tem que entrar agora. A voz falou mais aflita agora.

 

Michael deu um sorriso para mim beijou os meus lábios levemente e me pegou pela mão e abriu a porta diante do seu guarda costas que nos olhava e da pessoa que veio o chamar que parecia não entender o porquê do astro estar demorando.

 

Mas eu tive a nítida impressão que ele já percebeu depois de ver nossas caras de felicidade e timidez e vendo Michael sair se arrumando do camarim.

Ele foi comigo de mãos dadas e sendo arrumado pela pessoa que nos acompanhava. Ele estava lindo novamente todo arrumado para o show.

 

Eu dei um beijo rapidamente nele e fiquei vendo ele entrar para e fazer aquilo que ele sempre nasceu para fazer.

 

Brilhar em cima de um palco e encantar milhares de pessoas com sua voz e sua dança

 

Eu fui rapidamente para o meu lugar e fiquei ali até o show terminar imaginado que sorte que eu tinha no mundo.

 

Eu amava e era amada pelo homem mais divino e sexy que poderia existir.

 

Advertisements